Inicial Material Escrito Deus é Espírito

 

 

Voltar para o livro O FIRME FUNDAMENTO

 

 


DEUS É ESPÍRITO

 


 

 

Deus é Espírito (João 4:24). Um espírito é uma personalidade viva, invisível à visão mortal.

 

O homem é mortal. Sendo assim, na sua visão limitada, ele não pode ver Deus.

 

Somos rodeados em toda parte pelo materialismo. Muitos dizem que só crêem em coisas que podem ver. Mas a Bíblia diz em II Coríntios 4:18 Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.

 

Isto significa que o homem que só crê naquilo que ele pode ver, crê somente em coisas que não são permanentes. Aqueles de nós que crêem em Deus, embora não possamos vê-lo, cremos no que ele disse sobre o céu, embora não possamos vê-lo. Cremos na sua revelação sobre ser novamente nascido, embora esta seja uma operação invisível de Deus. Pelos olhos da fé, as coisas que almejamos são eternas, nunca podem ser tiradas de nós. Louvado seja o Senhor.

 

Moisés tinha este tipo de fé. Observe atentamente o trecho bíblico que fala sobre ele em Hebreus 11:27 Pela fé deixou o Egito, não temendo a ira do rei; porque ficou firme, como vendo o invisível.

 

Perceba que ele viu o invisível, pela fé.

 

Então temos que Deus é invisível à visão mortal. Se isso não fosse verdade, Deus não seria eterno, porque as coisas que não se vêem são eternas.

 

Embora não seja visto por nós, Deus vive e governa todo o universo que Ele mesmo criou. Embora seja invisível, Ele revelou a si mesmo de maneiras maravilhosas: pelas coisas que Ele criou, pela Bíblia, a palavra escrita, e pelo seu Filho que veio em carne para declarar, ou revelar, a pessoa de Deus.

 

Vamos ler João 1:18 Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou.

 

Esta escritura foi pervertida na maioria das novas traduções. Nós não temos uma preferência de Bíblias. Nós não PREFERIMOS a versão Almeida Corrigida Fiel, da Sociedade Bíblica Trinitariana (em inglês, a Authorized King James Version). Nós a reconhecemos como sendo a palavra de Deus para os povos que falam Português ao redor do mundo, primeiramente, por causa das mudanças grosseiras e alterações feitas nas novas traduções. Muitas das novas traduções dizem “o Deus Unigênito” em João 1:18, implicando que Jesus seja um Deus separado. Isto é completamente falso, conforme aprendemos conclusivamente na nossa última lição.

 

Como é isso que o FILHO revelou o Pai? Bem, o versículo 1 do mesmo capítulo diz No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. E no versículo 14 do mesmo capítulo diz E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.

 

Deus é invisível, mas a Palavra, Deus o Verbo, tomou sobre si um corpo de carne, de modo que Deus pode ser revelado. Não podemos vê-lo porque Ele é um espírito, então Deus colocou sobre si um véu de carne, um corpo humano, para que tenhamos a oportunidade de observá-lo.

 


 

1. Deus é Espírito

 

Em João 4, Jesus está conversando com a mulher ao lado da fonte. Nos versículos 22-24 ele diz Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.

 


 

2. Quando Deus ou anjos apareceram para os homens, foi vista uma visão ou então ocorreu uma manifestação.

 

Numa visão Deus faz um milagre na vista humana, permitindo que seres eternos, espirituais, sejam vistos. Por exemplo, em Daniel 9:20-21 a Bíblia diz, Estando eu ainda falando e orando, e confessando o meu pecado, e o pecado do meu povo Israel, e lançando a minha súplica perante a face do SENHOR, meu Deus, pelo monte santo do meu Deus, Estando eu, digo, ainda falando na oração, o homem Gabriel, que eu tinha visto na minha visão ao princípio, veio, voando rapidamente, e tocou-me, à hora do sacrifício da tarde.

 

Temos aqui um anjo sendo visto por Daniel. Daniel disse que havia visto o anjo numa visão anterior.

 

Também em Apocalipse, o último livro da sua Bíblia (estes são apenas dois exemplos, dentre muitos, que poderíamos citar das Escrituras), nós encontramos o seguinte: Eu fui arrebatado no Espírito no dia do Senhor, e ouvi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta, Que dizia: Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o derradeiro; e o que vês, escreve-o num livro, e envia-o às sete igrejas que estão na Ásia: a Éfeso, e a Esmirna, e a Pérgamo, e a Tiatira, e a Sardes, e a Filadélfia, e a Laodicéia. E virei-me para ver quem falava comigo. E, virando-me, vi sete castiçais de ouro; E no meio dos sete castiçais um semelhante ao Filho do homem, vestido até aos pés de uma roupa comprida, e cingido pelos peitos com um cinto de ouro (Apocalipse 1:10-13).

 


 

João descreve sua aparência nos próximos versículos. Então no versículo 17 ele diz E eu, quando o vi, caí a seus pés como morto.

 

Ora, mas o que aconteceu? João teve uma visão de Deus mesmo, Deus o Filho, a pessoa do Senhor Jesus Cristo.

 

Encontramos muitas visões registradas na Bíblia. Uma das mais impressionantes está em Apocalipse 9:17 E assim vi os cavalos nesta visão; e os que sobre eles cavalgavam tinham couraças de fogo, e de jacinto, e de enxofre; e as cabeças dos cavalos eram como cabeças de leões; e de suas bocas saía fogo e fumaça e enxofre.

 

Uma visão é Deus fazendo um milagre na vista humana, para que seres eternos possam ser vistos. Podem ser anjos bons (Daniel 9), pode ser Deus mesmo (Apocalipse, capítulo 1), ou podem ser anjos maus (Apocalipse, capítulo 9); cada aparição desta constitui uma visão.

 

O segundo tipo de revelação é uma manifestação. Ocorre quando um ser celestial toma uma forma humana por alguns minutos, ou por alguns anos.

 

Ao longo da Bíblia, anjos apareceram frequentemente em forma de homens. Por exemplo, lemos a narração de um evento desses em Juízes 13:9-11.

 

E Deus ouviu a voz de Manoá; e o anjo de Deus veio outra vez à mulher, e ela estava no campo, porém não estava com ela seu marido Manoá. Apressou-se, pois, a mulher, e correu, e noticiou-o a seu marido, e disse-lhe: Eis que aquele homem que veio a mim o outro dia me apareceu. Então Manoá levantou-se, e seguiu a sua mulher, e foi àquele homem, e disse-lhe: És tu aquele homem que falou a esta mulher? E disse: Eu sou.

 

Outro caso desses, um que eu particularmente gosto, encontra-se em Lucas 24. Os discípulos do Senhor, incrédulos, haviam ido à sua sepultura no terceiro dia após sua crucificação. Chegando lá, encontraram dois anjos, que perguntaram-lhes: Por que buscais o vivente entre os mortos? (Lucas 24:5). No versículo 6 eles fizeram o anúncio glorioso: Não está aqui, mas ressuscitou.

 

Dois anjos deram a grande notícia, que Jesus Cristo havia ressuscitado dentre os mortos (João 20:11-12).

 

Temos então que anjos são espíritos (Hebreus 1:13-14) e são, portanto, invisíveis (II Coríntios 4:18), mas eles se manifestaram, tomando forma humana.

 

Uma vez que estamos estudando as doutrinas de Deus, vamos ver o que a Bíblia fala neste assunto a respeito de Deus. O Deus invisível já se manifestou alguma vez?

 

Em João 1, que já vimos, a Bíblia diz que sim.

 

Novamente, em I Timóteo 3:16 a Bíblia diz E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne...

 

Deus é invisível; sim. Alguém já viu Deus alguma vez? Somente quando Deus se manifestou. O que significa ser manifesto? O verbo manifestar significa “tornar evidente”. A forma adjetiva significa “prontamente percebido”. Portanto, uma manifestação bíblica é um evento no qual um ser celestial toma forma humana por alguns minutos, ou então, como no caso de Jesus, por alguns anos.

 

Aprendemos pelo versículo recém citado que o homem VIU o Deus invisível. Deus foi visto, não na sua glória, mas sim de forma velada. Ele vestiu-se, numa manifestação de carne humana.

 

Por falar nisso, vamos seguir em frente e bater nessas versões modernas mais uma vez. Deus se manifestou em carne. Esta é uma afirmação clara da Bíblia Sagrada, de que o Senhor Jesus Cristo era de fato o Criador do universo, velado num corpo de carne humana. Este versículo foi alterado e modificado em todas as versões modernas para algo como “Aquele que se manifestou em carne.” Esta afirmação não possui significado algum. Cada um de nós está manifestado em carne. Nem a tua encarnação e nem a minha constituem o mistério da piedade.

 

Meus amigos, qualquer livro que ataca todas as doutrinas preciosas, fundamentais da fé cristã, certamente não é uma Bíblia cristã. As traduções modernas certamente não podem ter o selo de aprovação de Deus sobre elas.

 


 

3. A palavra “aparecer” é usada com frequência nas Escrituras para descrever Deus, anjos ou Jesus após sua ressurreição sendo vistos por homens.

 

É claro que estes eventos foram ou manifestações, ou visões. Entretanto, onde a palavra “aparecer” é utilizada, não há distinção definida entre uma manifestação ou uma visão.

 

Em Êxodo 19, a Bíblia diz que o povo VIU o Deus de Israel no Monte Sinai. Deus apareceu ali. Ora, não é especificado se Deus fez um milagre na vista deles, ou se ocorreu alguma outra coisa, mas sabemos que foi uma das duas coisas (manifestação ou visão).

 

Houve também uma aparição em Mateus 17:1-3. Veja só esta linda passagem das Escrituras: Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte, E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz. E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele.

 

Jesus TRANSFIGUROU-SE, isto é, mudou de uma figura para outra. A glória velada e invisível de Deus, estava resplandecendo através da pessoa do Senhor Jesus Cristo. Deus permitiu que a luz da sua majestade resplandecesse.

 

Não é dito se ocorreu uma visão ou uma manifestação, mas Deus mostrou-se na sua glória ao homem mortal.

 

Você encontrará várias passagens na sua Bíblia onde Deus APARECEU. Nem sempre é dito se foi uma manifestação ou uma visão, mas, uma vez que Deus é um Espírito, será sempre um destes dois fenômenos.

 


 

4. Não apenas Deus o Filho apareceu aos homens, mas o Espírito Santo também apareceu. Lembre-se que nós vimos que há três que testificam no céu, o Pai, a Palavra e o Espírito Santo, e estes três são um. Deus, o Espírito Santo, também apareceu; isto é, Ele assumiu alguma forma de manifestação física pela qual o Deus invisível pode ser observado pelo homem mortal.

 

Em Lucas 3:21-22a, lemos: E aconteceu que, como todo o povo se batizava, sendo batizado também Jesus, orando ele, o céu se abriu; E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como pomba;

 

João o Batista disse (João 1:30-33) que viu Deus, o Espírito Santo. Teria ele visto, de fato, o Senhor? Bem, sim, ele viu. Mas ele viu Deus, o Espírito Santo, quando ele se MANIFESTOU em um corpo de carne. Neste caso, não foi carne humana, mas sim a de uma pomba.

 

Vamos considerar duas coisas práticas. Primeiro, Jesus não somente disse que Deus é um Espírito, mas ele prosseguiu em afirmar que os homens TEM QUE adorá-lo. Acho que muitas vezes falhamos ao não enfatizar este fato. Não temos que adorar o conhecimento sobre Ele, nem as pessoas que o servem, nem as obras maravilhosas que Ele faz. Mas, aqueles que O adoram, O adorem em espírito e em verdade.

 

Deus deve ser adorado. Deus é Espírito, e IMPORTA que aqueles que o adoram, o adorem em ESPÍRITO e em VERDADE.

 

Considere uma coisa. Você talvez tenha adorado a Deus com suas mãs, ou talvez com seus joelhos, talvez cantando uma canção, talvez falando com seus lábios, e talvez você tenha até dito algumas coisas boas e corretas sobre Deus. Mas você foi feito à imagem de Deus. Você é um corpo (aquilo em você que é físico e material), você é uma alma (o seu verdadeiro eu, vivendo dentro do seu corpo) e você é também um ser espiritual. A Bíblia diz que somos feitos de espírito, e alma, e corpo (I Tessalonicenses 5:23).

 

Aqui está a pergunta: você já adorou a Deus em seu espírito, ou você tem sido apenas uma pessoa religiosa, falando palavras e fazendo obras e ações que você pensa que poderiam te garantir um lugar no céu?

 

Nós oramos a um Deus não visto. Adoramos um Deus não visto. Não precisamos de imagens para nos ajudar. Não precisamos de ídolos, ou estátuas, ou placas, ou bonecos, ou água benta, ou ornamentos, ou decorações para “ajudar na adoração”.

 

Meu amigo, diga-me a verdade, sua adoração é realmente a adoração de Deus? É uma adoração espiritual, ou você inventou todo tipo de coisas e as fez parte de sua adoração?

 

Deus disse, pelo seu Filho, que devemos adorá-lo em espírito, não com coisas feitas por nossas mãos, não com objetos materiais. Se nossa adoração estiver na verdade, temos que adorá-lo em espírito.

 

Em segundo lugar, nós cremos sem ver. Não somos como o duvidoso Tomé. Cremos na palavra escrita de Deus. Cremos na grande nuvem de testemunhas de Deus.

 

A Bíblia diz em João 20:24-28, Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei. E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco. Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente. E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!

 

Não há nenhuma dúvida sobre quem Jesus Cristo era, e é, e sempre será.

 

Então, no versículo 29, Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.

 

Você crê? Você crê sem ver?

 

A Bíblia diz em Hebreus 11:6, Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.

 

Em Hebreus 11:1, a Bíblia diz, Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.

 

Lembre-se, Deus é um Espírito, Ele não é visto, a menos que Ele escolha se manifestar em carne. Na pessoa de seu Filho, Ele se fez visível por 33 anos e meio. Então, após morrer pelos pecados de todo o mundo, e ressuscitar dentre os mortos, Ele ascendeu ao céu. Sim, ele virá novamente. Mas, enquanto isso não ocorre, você não pode ver Jesus Cristo. Você não pode testemunhar visivelmente sua morte na cruz. Você não pode ser uma testemunha ocular da sua ressurreição dos mortos. Voc~e não pode vê-lo assentado à mão direita de Deus o Pai. Você não pode ver seu sangue lavando seus pecados. Você não verá o Espírito Santo vindo e dando a você um novo nascimento. Todas estas coisas são invisíveis. Elas tem que ser tidas como questões de fé. Sem esta fé Deus não pode ser agradado e você não pode entrar no céu.

 

Por favor, não vá para o inferno seguindo imagens e ídolos. Por favor, não seja tão tolo a ponto de acreditar num deus visível, feito pelos homens.

 

Deus disse que Ele é um Espírito, que Ele é invisível. Se você tem esperança de passar a eternidade no maravilhoso céu que ele preparou, você terá que agradá-lo. Ele disse que se agrada daquele que crê nele, que confia nele, na sua palavra.

 

Você crê que Deus é tudo que Ele afirma ser? Você crê que o Senhor Jesus Cristo era Deus manifestado em carne, que veio para morrer pelos seus pecados? Você crê que o Deus manifestado em carne ressuscitou dos mortos? Você crê que Deus está vivo neste exato momento, esperando ouvir sua oração, sua oração sincera de arrependimento e remorso pelo seu pecado? Você crê que ele está vivo, esperando ouvir sua oração de reconhecimento sincero, de que, a não ser que o Deus invisível te salve, e te limpe no sangue do seu Filho Jesus Cristo, não há outro meio pelo qual você poderá entrar no céu?

 

Este é o caminho da salvação.

 

O Deus da Bíblia é um Espírito invisível. Você tem que acreditar, pela fé, que Ele é; você tem que vir a Ele para receber suas ricas recompensas.

 

Deus tem vida eterna, gozo e bençãos, para serem desfrutados aqui e agora, além da esperança do céu, para o futuro, e todas as coisas boas que Ele criou e pode dar ao homem, se você crer. É isso que Deus quer. Ele é um Espírito, uma personalidade viva, e Ele deseja que você desfrute da comunhão com Ele por toda eternidade.

 

Amigo, não perca a chance de entrar no céu, não siga as coisas que você pode ver com seus olhos. Venha ao Deus invisível. Ajoelhe-se diante dele e fale com ele, como você falaria com qualquer pessoa. Diga a ele que você é um pecador e que você precisa da sua salvação, diga que você é um simples mortal, que você quer confiar sua alma e viver sua vida na adoração deste Deus, deste Deus verdadeiro, vivo, eterno, que se manifestou na pessoa do Senhor Jesus Cristo.

 

Ele te salvará pela sua graça.

 


 

Voltar para o livro O FIRME FUNDAMENTO

 

 

 

 

 

   

 

  Locations of visitors to this page    The Fundamental Top 500   The Baptist Top 1000