Inicial Material Escrito Deus é Digno de Confiança

 

 

Voltar para o livro O FIRME FUNDAMENTO

 

 


DEUS É DIGNO DE CONFIANÇA

 

 

 


 Nesta lição, queremos falar que Deus é digno de confiança. Temos vários hinos da fé Cristã que falam sobre este tema:


 

Crer e observar,

tudo quanto ordenar,

o fiel obedece

ao que Cristo mandar.”


 

Ó Jesus bendito

terno e bom Senhor,

só em ti confio

grande Salvador


 


 

Muitos hinos maravilhosos proclamam esta verdade, ou seja, que todos aqueles que confiaram em Jesus experimentaram que ele é mais do que digno desta confiança. Ninguém que confiou em Jesus jamais se desapontou. Os homens nos desapontam – você sabe bem disso. Sem dúvida, mesmo alguns que eram homens religiosos, alguns até eram bons homens, outros eram até nossos parentes, mas todo homem, por mais firme que esteja, é totalmente vaidade. (Salmo 39:5). Somente Deus é digno de nossa absoluta confiança.

 

Antes de confiarmos inteiramente no Senhor, temos que considerar a revelação que ele nos deu. Primeiro, suas promessas devem ser cridas? Deus tem capacidade de cumprir suas promessas? Fazer promessas é uma coisa, ter poder para cumprí-las é outra coisa. Uma coisa é alguém dizer que fará isso ou aquilo outro; mas, fazer o que foi prometido, é outra conversa. Deus tem poder para cumprir suas promessas? Podemos confiar a Ele tudo que temos, com segurança? Podemos colocar em suas mãos nossas vidas temporais, nossas possessões eternas e nossa alma eterna? Será que Deus pode cuidar do nosso destino, para que nossos desejos mais preciosos sejam realizados?

 

Será que Deus é amoroso e amável? Podemos amá-lo, com segurança? Será que a palavra “adoração” não seria uma palavra melhor para expressar nosso sentimento para com Deus? Não podemos adorar alguém em quem não se pode confiar.


 

Vamos considerar cinco pontos, neste tema, acompanhados pelas suas referências nas Escrituras.


 

1. Deus fez muitas promessas maravilhosas, todas precedidass pela devida consideração. Nenhuma delas cairá, nem uma pequena parte delas.

 

Estas promessas podem até ser tardias, da maneira que os homens consideram algo como sendo tardio. Aprendemos numa lição anterior que Deus, embora escolha trabalhar de acordo com a lei do tempo, não é ele mesmo limitado pelo tempo, e certamente ele não é obrigado a fazer as coisas na hora em que nós achamos que ele deveria fazê-las. Portanto, deixe-me dizer isso de novo. Deus fez muitas promessas maravilhosas, todas precedidas pela devida consideração, e nenhuma delas irá falhar, nem sequer uma pequena parte delas, mesmo que pareça que elas demoram muito a acontecer.

 

No quinto livro do Velho Testamento, encontramos as seguintes palavras: Saberás, pois, que o SENHOR teu Deus, ele é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e guardam os seus mandamentos. (Deuteronômio 7:9).

 

Perceba o que a Bíblia fala sobre Deus. Ele é fiel. Ele não é desonesto. Ele não é mentiroso. Se Deus falou, se Deus entrou numa aliança, se Deus prometeu fazer alguma coisa, ele vai manter sua palavra. Ele guarda a aliança e a misericórdia aos que o amam.

 

No meio da Bíblia, lemos isto: Porque este Deus é o nosso Deus para sempre; ele será nosso guia até à morte (Salmo 48:14). Então, se você confiar sua vida a Deus, e confiar em Deus para te guidar, dirigir, e conduzir pela vida, você estará cometendo um erro? Não, Deus é digno desta confiança. O salmista diz que Ele nos guiará até o dia da nossa morte e, além disso, ele será nosso Deus para sempre.

 

Em Deuteronômio aprendemos que ele guarda alianças a milhares de gerações, e no Salmo 48 vimos que ele será o Deus digno de confiança, para todo sempre.

 

No Novo Testamento encontra-se uma declaração maravilhosa. A Bíblia diz Em esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos dos séculos (Tito 1:2).

 

De acordo com a revelação escrita que Deus nos deu acerca de si mesmo (que nunca foi e nunca será desmentida, nem sequer um jota ou um til), Deus não pode mentir. Ele é digno da sua confiança? Com certeza eu creio que sim.

 

Esta é a melhor maneira que conheço de explicar o versículo que lemos. Se você é um homem, e não uma mulher (estamos falando sobre seu corpo físico), se você é um homem você não pode gerar um filho. Você não possui, dentro de você, a capacidade de gerar um filho. É absolutamente impossível você dar à luz um filho. Da mesma forma, Deus não pode mentir. Ele não possui, dentro de si mesmo, as características necessárias para mentir. Ele é santo. Ele é verdadeiro. Ele é totalmente justo. Ele não pode mentir.


 

2. Sempre traz-nos refrigério, quando estudamos exemplos que mostram como as promessas de Deus são mantidas nos mínimos detalhes no passar de muitos séculos. Ainda que os versículos a seguir prometam julgamento ao invés de bençãos, mesmo assim eles são uma benção para nossos corações, porque eles nos ensinam que Deus mantém sua palavra.

 

Por exemplo, em Ezequiel 26:4-5 está escrito

 

 Elas destruirão os muros de Tiro, e derrubarão as suas torres; e eu lhe varrerei o seu pó, e dela farei uma penha descalvada. No meio do mar virá a ser um enxugadouro das redes; porque eu o falei, diz o Senhor Deus; e servirá de despojo para as nações.

 

Novamente, em Isaías 13:19-20, nós vemos:

 

E Babilônia, o ornamento dos reinos, a glória e a soberba dos caldeus, será como Sodoma e Gomorra, quando Deus as transtornou. Nunca mais será habitada, nem nela morará alguém de geração em geração; nem o árabe armará ali a sua tenda, nem tampouco os pastores ali farão deitar os seus rebanhos.

 

Hoje, quase três mil anos depois destas palavras terem sido ditas, Tiro é um lugar onde os homens estendem suas redes, e nenhum pastor arma sua tenda no local da Babilônia antiga. Você pergunta: “Por que isso?” Porque Deus disse que seria assim. Quando Deus diz que algo vai acontecer de um jeito, então aquilo ACONTECERÁ DAQUELE JEITO. Você pode confiar em Deus.

 

 
 

3. Deus nunca frustrou aqueles que confiaram nele num caso de emergência. Deus não pode falhar com eles e continuar sendo Deus. Podemos confiar nele para salvação, bem como para tudo que precisamos.

 

Em Josué encontra-se um versículo excelente das Escrituras: Palavra alguma falhou de todas as boas coisas que o Senhor falou à casa de Israel; tudo se cumpriu (Josué 21:45). Que versículo maravilhoso, não é mesmo?

 

Em Salmos 27:10, diz a Escritura: Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me recolherá. Ele prometeu ser seu Pai celestial. Ele prometeu levar-nos em seus braços (Deuteronômio 33:27) e ele lembra-se de nós como a ama lembra do seu filho, que ela cria (Isaías 49:15). Ele prometeu ser um amigo mais chegado do que um irmão (Provérbios 18:24). Ele prometeu nunca nos deixar, nem nos abandonar (Hebreus 13:5).

Toda semana recebemos centenas de cartas, de vários lugares ao redor do mundo, de pessoas que obtiveram um de nossos livros, de segunda mão. Não sei com quem estou falando, mas sei com certeza que a religião produz ódio. O cristianismo bíblico produz amor, mas a religião produz ódio. Muitos de vocês foram criados num sistema religioso de ódio. Vou te contar como eu sei disso: Se você confiasse no Senhor Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, se você cresse no Deus da Bíblia e fizesse dele o seu Deus, e recebesse dele o seu dom gratuito da vida eterna, seu pai e sua mãe expulsariam você de casa.


 

Em alguns lugares, a família faz um funeral, zombando de você. Talvez você seja excomungado do seu vilarejo, ou talvez perca sua posição na sociedade. Outros talvez percebam que seriam perseguidos e ameaçados, na própria igreja onde hoje frequentam, caso nascessem de novo e começassem a viver de acordo com os preceitos da Bíblia Sagrada. Alguns de vocês, talvez, poderão perder todas as suas possessões terrenas. Pode ser que você ponha até mesmo sua vida em risco, por tornar-se um verdadeiro cristão. Eu estou consciente disso. Todas essas obras são fruto da religião. A religião mata! A religião traz ódio! Religião é do diabo!

 

Mas o cristianismo bíblico é Deus amando o homem, trazendo, pelo seu amor, o homem ao Senhor Jesus Cristo, aquele que deu sua vida por você para que você pudesse ser salvo. O cristianismo verdadeiro, que crê na Bíblia, é Deus, em amor, perdoando seus pecados quando você o invoca, e fazendo com que você se torne seu filho.

 

Se você confiar no Senhor Jesus Cristo, a maravilhosa promessa do Salmo 27:10 será sua. Se você confiar em Deus, se você crer no seu Filho, para sua salvação, ainda que seu pai ou sua mãe abandone você, o Senhor vai ampará-lo. Ele será o seu Pai. Ele será para você mais do que uma mãe é capaz de ser. Ele será para você mais do que qualquer amigo ou irmão pode ser. Ele será seu “tudo em todos”.

 

Você pode confiar em Deus para tomar conta de você. Você pode confiar em Deus para te amar, te guardar, te proteger, te abençoar. Você pode confiar nele completamente.

 

Em Filipenses 4:19, aprendemos que, não somente você pode confiar em Deus para salvar sua alma, mas Cristo Jesus é também o meio pelo qual Deus supre todas as nossas necessidades. Este versículo maravilhoso diz, O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.

 

É através das riquezas dele que Deus supre a tua necessidade. Ainda que você não consiga ver uma saída para prover as suas próprias necessidades, é maravilhoso conhecer Deus, olhar para ele e confiar nele, porque suas riquezas não têm limite. Ele sustém os mundos na palma de sua mão. Deus não tem falta de nada. Você pode confiar nele.

 

4. O plano e o propósito de Deus para nós é que todos os nossos desejos justos sejam satisfeitos e que sejamos totalmente e eternamente felizes.

 

Quero citar vários versículos para você, sobre esta linha de raciocínio:

 

Far-me-ás ver a vereda da vida; na tua presença há fartura de alegrias; à tua mão direita há delícias perpetuamente (Salmo 16:11).

 

Quanto a mim, contemplarei a tua face na justiça; eu me satisfarei da tua semelhança quando acordar (Salmo 17:15).

 

Este receberá a bênção do Senhor e a justiça do Deus da sua salvação (Salmo 24:5).

 

Quão preciosa é, ó Deus, a tua benignidade, pelo que os filhos dos homens se abrigam à sombra das tuas asas. Eles se fartarão da gordura da tua casa, e os farás beber da corrente das tuas delícias (Salmo 36:7-8). Quem é este? Vamos ler novamente uma parte do versículo 7: Quão preciosa é, ó Deus, a tua benignidade, pelo que... homens... se abrigam. Será que você pode confiar em Deus? Você quer confiar em Deus? Você quer vir como um pintinho, que corre para a mãe, a qual abre suas asas sobre o pequenino e o coloca ao seu lado, para que ele sinta o seu calor, sua segurança, e sua proteção? Você quer confiar nas asas do Deus Altíssimo? Você quer descansar nele e permanecer nele?

 

Ora, o que o mundo tem a te oferecer? Alguns de vocês nunca se tornaram cristãos. Vocês rejeitaram Jesus Cristo. Vocês o puseram de lado, porque vocês não querem abrir mão de alguma pequena coisa, algum pequeno hábito, algum pequeno prazer, ou alguma atividade.

 

Vocês estão enganados. Posso dizer, sem meias palavras, vocês estão errados. Deus dá plenitude de bençãos, plenitude de prazer, plenitude de alegria, plenitude de felicidade, plenitude de satisfação. Você sabe que as coisas, atividades e prazeres deste mundo nunca te deram esta plenitude. As coisas nunca podem satisfazer. Oh, como Deus quer abençoar você, e você tem apenas que crer nele.

 

Veja outra grande promessa feita àqueles que crêem em Deus. E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas (Apocalipse 21:4).

 

Este é meu futuro. E o seu? Deixe-me repetir: O plano e o propósito de Deus para nós é que todos os nossos desejos justos sejam satisfeitos, e que sejamos totalmente e eternamente felizes. Se você confiar em Deus, ele fará isso.


 

5. Aos que conhecem bem Deus, ele se torna o primeiro entre milhares, o totalmente desejável. Quero que você leia estas palavras. Elas estão em Cantares de Salomão, capítulo 5. Primeiro vejamos o versículo 10: O meu amado é branco e rosado; ele é o primeiro entre dez mil. Agora, o versículo 16 do mesmo capítulo: A sua boca é muitíssimo suave; sim, ele é totalmente desejável. Tal é o meu amado, e tal o meu amigo, ó filhas de Jerusalém.

 

Sim, ele é totalmente desejável. Ora, quanto mais você confia em Deus, quanto mais você crê na sua palavra, mais você descobre o quanto ele é desejável.

 

Quero te pedir para fazer uma coisa. Você pode deixar de lado seu ceticismo e suas dúvidas, e, com todo seu coração, confiar em Deus? Você poderia parar de querer determinar se ele é ou não digno de sua confiança?

 

Uma vez um homem pegou a Bíblia de uma velha senhora, e observou que, ao lado de centenas e centenas de versículos, havia duas letras escritas. Em vários versículos, ela escreveu a letra “P”. Dentre esses, em muitos ela escreveu a letra “C” ao lado do “P”. Aí, perguntaram a ela qual era o significado dessas duas letras escritas ao longo da Bíblia dela. Ela respondeu “Quando eu vejo um versículo na Bíblia, se é algo que eu preciso, eu vou a Deus em oração. Eu confio em Deus para cumprir a palavra que Ele prometeu naquele versículo da Escritura. Quando eu faço isso eu coloco um “P” ao lado do versículo, que significa provado.

 

Muitas vezes, depois de poucos dias, já posso pegar uma caneta e escrever um “C” ao lado do “P”. “P” para provado e “C” para confirmado. Eu provei meu Deus, e ele confirmou ser verdadeiro.”

 

Os homens questionam o tempo todo a bondade de Deus. Tudo que esses homens realmente precisam é conhecê-lo. Todos que conhecem Deus pessoalmente o louvam abertamente. Há muitos que vivem perto de nós, os quais confiaram totalmente em Deus, esperando nas suas promessas no meio de dificuldades seríssimas, e o testemunho deles não pode ser ignorado. O testemunho deles é de que Deus é verdadeiro. Deus é justo. Deus é digno de confiança.

 

Às vezes Deus não livra do sofrimento físico, ou da morte, como no caso dos seus mártires, mas todos os que passaram por esses sofrimentos e testificaram, concordam que sua graça estava presente, sustentando-os, fazendo com que mesmo aquele grande sofrimento fosse um momento de benção e comunhão com seu Redentor.

 

Deus não está pedindo para você confiar num homem, num líder religioso, num pregador ou num professor. Sabemos que todos esses são fracos e falhos assim como nós. Querido leitor, Deus está pedindo que você confie nele. Ele não pode mentir. Ele guarda suas alianças. Ele cumpre aquilo que ele disse que vai fazer.

 

Deus não está apens pedindo que você confie em quem é digno de confiança, mas ele está na verdade pedindo que você faça a coisa mais fácil, a menor de todas as coisas.

 

Deus não está pedindo que você faça obras para ele, apesar de que, quando você for um crente, você se deleitará em serví-lo.

 

Ele não está pedindo que você dê ofertas a ele e à sua obra, apesar de que, quando você vier a conhecê-lo, você vai querer muito fazer isso.

 

Ele não está pedindo a você para que você mude sua vida. Ele vai mudar você, de dentro para fora, pelo seu próprio poder.

 

Fazer promessas é uma coisa, ter capacidade de cumprí-las é outra coisa. Dizer que vai fazer é uma coisa, mas, fazer de fato, é outra coisa.

 

Poderá Deus cumprir suas promessas? Podemos confiar tudo a ele? Podemos colocar em suas mãos nossas vidas temporais, nossas possessões terrenas e nossa alma eterna? Será que Deus pode cuidar do nosso destino, para que nossos desejos mais preciosos sejam realizados?

 

Após muitos anos de vida cristã que já vivi, posso dizer com toda certeza que nosso Pai celestial cumpre a sua palavra totalmente. Pode-se confiar em todas as suas promessas, com segurança e alegria.

 

Todas estas bençãos virão se você fizer a menor coisa, a mais simples, aquilo que Deus pediu que você faça – confie nele. A Bíblia diz Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo... (Atos 16:31). A Bíblia diz, ... para que todo aquele que nele crê, não pereça, mas tenha vida eterna (João 3:16). A Bíblia diz Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo (Romanos 10:9).

 

Você é um pecador. Você precisa ser salvo. Deus disse em sua palavra que se você vier a ele e arrepender-se do seu pecado e pedir a ele que te salve, ele o salvará.

 

Você crê nele? Você quer confiar nele? Somente ele é digno de sua confiança.

 

 


 

Voltar para o livro O FIRME FUNDAMENTO

 

 

 

 

 

   

 

  Locations of visitors to this page    The Fundamental Top 500   The Baptist Top 1000