Inicial

 

 

Voltar para o livro O FIRME FUNDAMENTO

 

 


DEUS É IMUTÁVEL

 

 


 

Nesta lição queremos falar sobre o fato de Deus ser ETERNO e IMUTÁVEL.

 

 Ainda que Deus opere de acordo com as leis do tempo, no sentido de que leva tempo para ele executar seu plano, mesmo assim não ele não corre o risco de ser limitado por falta de tempo, porque ele tem a eternidade à sua disposição, na qual ele executa sua obra.  

 

Mesmo os maiores homens parecem abandonar seus planos mais queridos, porque o seu poder começa a enfraquecer. Mas Deus nunca envelhece. O Senhor nunca se cansa. Jeová nunca dorme. Seus propósitos são propósitos eternos, e ele tem a eternidade toda para executá-los.

  

 É por isso mesmo que nós não conseguimos compreender seus planos. Tudo que conseguimos ver durante a vida inteira não passa de um breve momento dentro da obra de Deus em sua criação. Por isso não conseguimos enxergar corretamente suas ações.

 

 Vamos examinar estes assuntos, sobre Deus ser eterno e imutável.

  

Primeiramente, Deus É eterno. A Bíblia diz, SENHOR, tu tens sido o nosso refúgio, de geração em geração. Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de eternidade a eternidade, tu és Deus. (Salmo 90:1-2). As Escrituras dizem, No princípio criou Deus os céus e a terra. (Gênesis 1:1).

 

 Alguém pode dizer “Deus veio de qual parte do céu?” Não, não, não, nada disso! Foi o céu que veio de Deus. As pessoas dizem: “Deus veio de que região da terra?” Não, não, nada disso. Foi a terra que veio de Deus.

  

As pessoas adoram e cultuam árvores e pedras. Ou então elas pegam pedras e troncos de árvores e esculpem imagens, e então adoram estas imagens. Oh, meus amigos, percebem como essas pessoas estão roubando e enganando a si mesmas?

 

Deus não é uma imagem de alguma coisa da sua própria criação. Deus não é parte da natureza. Deus não é um homem, nem é como um homem, nem é uma invenção do homem, porque todas essas coisas vieram de Deus. Deus é eterno. De eternidade a eternidade, a Bíblia diz, TU ÉS DEUS. Antes das montanhas, antes da terra, antes do mundo, Deus ERA e, o que ele era, ele É. Houve um dia em que Moisés perguntou a Deus, Quando o povo perguntar qual é o teu nome, o que eu direi a eles? Deus respondeu, EU SOU O QUE SOU.

 

Perceba então, Deus é eterno.

 

No Novo Testamento, temos isso escrito assim, Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único Deus sábio, seja honra e glória para todo o sempre. Amém. (I Timóteo 1:17).

 

Nosso Deus existe, embora ele permaneça invisível. Ele é o único Deus sábio, porque não existe nenhum outro Deus. Ao único Deus verdadeiro pertencem toda a honra e toda a glória. Para todo sempre, toda glória e honra irão para este único Deus, porque a Bíblia diz que Deus é Rei eterno.

 

Não sei em que parte do mundo você vive, mas na sua região existiram reis. Em algum momento, um rei reinou sobre a região do mundo onde você vive. Talvez haja um rei aí hoje, ou talvez tenha havido um rei que já morreu, mas você sabe que o homem que está reinando agora não é o rei que estava reinando 2 ou 3 séculos atrás. Ele não é o rei que estava reinando 2 mil anos atrás. Ele não é sequer o rei que estava reinando 100 anos atrás. Eles morreram, porque esses reis eram homens. O reino deles e a sua existência mortal chegam a um fim.

 

Isso não é assim com Deus. Deus era Rei ANTES da terra. Ele era Rei ANTES do mundo. Ele era Rei ANTES que existissem as montanhas. Quando passarem o céu e a terra, Deus ainda será Rei. Ele é Rei eterno, imortal, invisível, o único Deus sábio.

 

Deus é auto-existente, isto é, ele existe por si mesmo. Nossa vida originou-se de Deus.  Foi pela união de um homem e uma mulher, mas é Deus que faz com que a vida inicie no ventre de uma mulher. Não haveria nenhuma formação de vida sem Deus. O Salmo 139 diz, cobriste-me no ventre de minha mãe. Perceba que, antes do nascimento, existe um “EU” (cobriste-ME). É Deus quem faz com que a vida comece.

 

No ventre da mãe, pela ação milagrosa de Deus, o bebê está sendo formado e desenvolvido. Depois de nascido, ele ganha de Deus vida e força, pois Deus lhe dá o fôlego. Não somos auto-existentes, mas Deus é. Deus não obteve a vida dele de você. Ele não se mantém vivo por causa de alguma coisa que você provê para ele. É exatamente o contrário.

 

Moisés disse a Deus, Eis que quando eu for aos filhos de Israel, e lhes disser: O Deus de vossos pais me enviou a vós; e eles me disserem: Qual é o seu nome? Que lhes direi? E disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós. (Exôdo 3:13-14).

 

Porque, como o Pai tem a vida em si mesmo, assim deu também ao Filho ter a vida em si mesmo; E deu-lhe o poder de exercer o juízo, porque é o Filho do homem. (João 5:26-27).

 

Deus tem vida em si mesmo. Você obtém vida de Deus – tanto vida física quanto vida espiritual. Qualquer uma delas é recebida como um dom de Deus. Deus não recebeu sua vida de ninguém. Ele tem vida EM si mesmo.

 

Deus não somente tem vida em si mesmo, mas ele dá vida a todos quantos ele quer. Ele dá até mesmo vida eterna, àqueles que crêem no seu Filho, o Senhor Jesus Cristo.

 

Jesus Cristo, sendo Deus manifestado em carne, tem este poder de dar vida. Em João 6:33, Jesus diz, Porque o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá VIDA ao mundo. Novamente, em João 10:27-28, Jesus diz, As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.

 

Qual imagem de pedra, qual igreja, qual religião, qual homem, qual ídolo tem vida em si mesmo? Nenhum! Amigo, qual imagem, qual ídolo, qual igreja, qual homem, qual religião pode te dar vida eterna? Eu te digo que NENHUM deles pode. Mas Deus, que está no céu, que se manifestou em carne na pessoa do Senhor Jesus Cristo, é o Deus vivo e verdadeiro. Ele é o único que tem vida em si mesmo. Ele é a vida eterna. Ele pode e irá te dar vida eterna se você confiar nele como seu Salvador pessoal.

 

Deus é imutável, tanto em sua essência (ou seja, o que ele é) quanto em seu caráter (ou seja, o que ele faz).

 

A Bíblia ilustra isso em várias passagens. Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação. (Tiago 1:17).

 

Os homens variam, suas opiniões variam, cada um é de um jeito, e há muitas variações de um determinado tema de música. Se alguma coisa varia, ela difere, ela muda; ela não é a mesma durante todo o tempo; no final, ela não é a mesma que era no início. Mas a Bíblia diz que, com o Pai NÃO HÁ variação. Ele NÃO muda.

 

No último livro do Velho Testamento, Deus diz isto da maneira mais simples e compreensível que pode ser dito. Porque eu, o Senhor, não mudo... (Malaquias 3:6).

 

Muitos dizem “Eu não consigo entender a Bíblia.”

 

Oh, mas não existe problema nenhum em entender a Bíblia. Deus escreveu seu livro de maneira tão simples que qualquer um pode entender.

 

O Deus do céu, o Criador deste universo, o único Deus vivo e verdadeiro, NÃO MUDA. Deus odiava o pecado no passado? Então ele odeia hoje. Ele puniu o pecado no passado? Sim, ele puniu. Então ele pune hoje. Deus manterá sua palavra? Deus perdoará o pecado? Deus salvará e livrará todos aqueles que o invocam e confiam nele? Ele já fez isso no passado, portanto, ele o fará. Ele não muda. Ele nunca mudou. Ele nunca mudará. Este é o verdadeiro Deus.

 

Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel. (Salmo 121:4). Ele é imutável. Ele é eterno. Ele nunca envelhece. Ele nunca se cansa.

 

A Bíblia diz em Isaías 40 que Deus não é como o homem. O homem se cansa. O homem se fadiga. As nações caem, são reduzidas a pó, mas Deus é eterno, imutável. Sua força, poder, sabedoria, glória, beleza, majestade, amor, misericórdia, e graça são tão completas, fortes, poderosas E disponíveis hoje quanto elas sempre foram e serão. Este é o Deus da Bíblia. Ele não está de forma alguma sujeito a limitações de tempo, como o homem está.

 

Por exemplo, em Salmo 90:1-4 está escrito,  SENHOR, tu tens sido o nosso refúgio, de geração em geração. Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de eternidade a eternidade, tu és Deus. Tu reduzes o homem à destruição; e dizes: Tornai-vos, filhos dos homens. Porque mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem que passou, e como a vigília da noite.

 

O que são mil anos para Deus? Bem, são como um dia. Isso é o que o texto parece dizer. Vamos ver se isso está correto. Em II Pedro 3:8 a Bíblia diz: Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia.

 

Para nós um dia parece que passa voando, vai-se embora num momento. Mas, mil anos, para nossa mentalidade finita, humana, parece um período de tempo que nós não conseguimos nem cogitar nos nossos mais ousados pensamentos e sonhos. Não somos capazes de compreender um período de mil anos. Mas, para Deus, não há diferença entre estes dois períodos de tempo. Aquilo que eu e você pensamos sobre mil anos, e o que pensamos sobre um segundo, são duas coisas bastante diferentes. Mas, faça de conta que você é eterno. Suponha que, de eternidade a eternidade, você fosse exatamente o que você é e fosse continuar sendo assim sempre. Suponha que você não mudaria nunca e que sua força nunca iria diminuir. Que diferença faria para você, se você nunca se cansaria, nem envelheceria, nem enfraquecesse, nem perdesse seus poderes, nem suas habilidades? Que diferença haveria para você entre uma hora e um milhão de anos?

 

Perceba, quando Jesus Cristo convida você para vir a ele e receber vida eterna, ou te avisa que, se você rejeitá-lo, você passará a eternidade num lago com fogo e enxofre, queimando consciente num tormento, é difícil para nós entender a importância disto, porque pensamos em termos de dias, semanas, meses e anos. Mas, o Deus eterno, que diz que na sua perspectiva mil anos não é diferente de um dia, não deve ser ignorado. Deus está te dizendo que, enquanto milhares e milhares e milhares de anos se passarem, você poderá estar desfrutando da glória do céu que ele preparou, ou poderá estar sofrendo o tormendo do inferno que ele preparou. Deus convida você a confiar em seu Filho, o Senhor Jesus Cristo, para que você tenha vida eterna ao invés de sofrimento eterno no tormento, na punição.

 

Querido amigo, isso prova que Deus ama você, porque ele te avisa e chama você a ser salvo. Ele e somente ele entende a incrível magnitude da eternidade. Somente Deus compreende o que significa existência eterna, e ele te convida a escolher vida eterna para que você possa escapar da punição eterna.

 

 

Para resumir, Deus

 

1.                  é eterno;

 

2.                  é auto-existente;

 

3.                  não apenas tem vida em si mesmo, mas ele dá vida eterna a todo aquele que o recebe;

 

4.                  é imutável, tanto em essência quanto em caráter; e

 

5.                  não está, de forma alguma, sujeito às limitações do tempo como o homem está. Mil anos, para ele, são como um dia.

 

 

Uma vez que vivemos num mundo caído, vemos as coisas envelhecerem. Construções, máquinas e materiais estão sempre precisando de reparos. Nós vemos as plantas enfraquecerem, secarem e morrerem. É muito difícil para nós entendermos o conceito de um Deus eterno, imutável. Porém, não há nenhum outro Deus que possa corretamente exigir nossa adoração.

 

Se você fez algo de madeira ou de pedra e chamou isso de deus, e adorou isso, você tem que saber que, dentro de certo tempo, este ídolo irá estragar e ser reduzido a nada.

 

Suponha que você exaltou um homem, como Maomé, ou Buda, ou um papa, um sacerdote, um pregador, e escolheu seguí-lo. Você sabe que ele irá envelhecer e morrer, ou ele até já morreu. Em muitas partes do mundo, se adora ancestrais mortos. Amigo, se eles fossem dignos de adoração, eles não teriam morrido, eles não teriam partido. Não importa o quanto você tente se convencer de que um ancestral está sentado numa poltrona na sua sala, se você for adiante e sentar naquela poltrona, ninguém irá te resistir. Não há ninguém ali. Somente nosso Deus é eterno. Ele é o Rei.

 

No seu trato com os homens, ele procurou revelar-se de TODAS as formas possíveis. O problema é que somos muito tolos no nosso aprendizado. O problema não está com a revelação de Deus sobre si mesmo. O problema está com nossa habilidade ou vontade de receber sua revelação.

 

O fato de que nós ficamos aqui na terra por um período pequeno de tempo, fez com que fosse necessário a Deus lidar de forma diferente com cada geração. Ele continua chamando os homens, a despeito de todos os milhares, dezenas de milhares, e milhões, e bilhões de pessoas que disseram “NÃO” a Jesus Cristo. Embora multidões incontáveis tenham se desviado para longe do seu perdão, do seu amor, e da sua misericórdia, e tenham marchado direto para os tormentos do inferno, Deus continua dizendo aos pecadores que se arrependam dos seus pecados.

 

Jesus pagou sua punição na cruz. Depois de três dias e três noites, ele algo que nenhum líder religioso jamais fez. Ele saiu da sepultura pelo seu próprio poder. Ele está VIVO para sempre. Ele subiu aos céus, e está sentado à destra de seu Pai.Ele está pronto, desejoso, e capaz de limpar você de todos os seus pecados, de perdoar todas as suas transgressões, e de dar a VOCÊ a vida eterna. Se você crer nele, e confiar nele, ele salvará a sua alma.

 

A auto-existência de Deus é a única explicação para a origem da vida. Não é por acidente que você está aqui. Você não evoluiu de nenhum macaco. Não é por acaso, não é por uma reviravolta do destino, que você está aprendendo sobre o Deus eterno. 

 

O homem não é capaz de dar vida nem de prolongar a vida. Deus é o que dá a vida. E o direito de tirar a vida é exclusivo dele. E o direito de dar a vida também é exclusivo dele. Você não sabe quando é que você dará seu último suspiro. Você não sabe quando é que sua vida física, mortal, irá terminar.

 

Deixe-me perguntar a você uma pergunta importantíssima. Se o Deus, que te deu a vida física, tirar a sua vida física de você hoje, o que você poderia fazer a respeito? Absolutamente nada! Muito bem, se isso acontecer hoje, para onde você vai? Há apenas dois destinos: céu e inferno.

 

Como alguém vai para o inferno? É só não fazer absolutamente nada. Simplesmente vivendo e morrendo em seus pecados, faz com que alguém seja lançado nas chamas do inferno.

 

Como alguém vai para o céu? Você vem ao Senhor Jesus Cristo e reconhece diante dele que você é um pecador. Ore a ele, de forma simples, com toda honestidade e sinceridade que você puder, do fundo do seu coração. Diga :

 

“Deus, eu creio que o Senhor é o meu Criador. Eu creio que o Senhor é quem me deu a minha vida. Eu creio que o Senhor me dará a vida eterna, tão logo meus pecados sejam perdoados. Eu creio, Senhor Deus, que o Senhor se manifestou em carne na pessoa do Senhor Jesus Cristo. Eu creio que Jesus deu a sua vida para pagar pelos meus pecados, e creio que ele ressuscitou dos mortos. Eu confio nele. Eu não confio em mim mesmo. Eu não confio em homem nenhum. Eu não confio em nenhuma religião. Eu não confio em nenhum ídolo. Deus, eu confio em Jesus Cristo. Eu confio nele como meu Salvador. Eu recebo dele a vida eterna, pela fé.“

 

Você crê nisso em seu coração? Então confie em Deus e creia no Senhor, que ele fará o que disse que irá fazer.

 

Meu amigo, este é o caminho da salvação. Você não pode salvar a si mesmo. Deus dá vida. Você tem que receber o dom da vida de Deus, o Deus que ama você, o Deus que se importa com você, o Deus que fez você, e o Deus que deseja que você passe a eternidade ao lado dele.

 

 


 

Voltar para o livro O FIRME FUNDAMENTO

 

 

 

 

 

   

 

  Locations of visitors to this page    The Fundamental Top 500   The Baptist Top 1000